Why you leave me alone?
Why you left me alone today?
I want meet you, I can meet you
like yesterday I made.

In my soul, own my soul I know that you never be my baby.
I can cry and know that i gonna cry like i made yesterday,
when i saw you leave me - But dont go of my book-
I'll never forget your beautiful blue eyes, (wall ace) !

Cuz I believe in you, when i look in your eyes.
Cuz I want your dreams, I want be in your life.
My dear, (wall) you are my dreams and my really life...

I just need something that you hear me say:
Open up your eyes for who love you
or whom loved you before.

I wont more try,
I dont believe in my crying,
I'll dont fall down in my lies.
Talk me: Because You hate surprises?


  Monique!
     01-05-10    
Sinto falta de algo que não tenho,
Imagino como seria bom te encontrar;
Vejo na areia um casal abraçadinho,
Penso em nós e começo a imaginar...
Em meio os amigos bebendo e falando,
Conseguiríamos nós nos olhar,
Trocar carícias mentalmente
Ou quem sabe, até nos beijar!?                                                                

Só se completa o incompleto,
Pois no completo, não há mais o que completar.
Então em mim ainda falta o seu zelo,
Seus olhos e não meu imaginar.
Queria eu estar contigo
E poder te abraçar.
Seria eu alguém confuso
Ou só alguém a almejar?

Olhando o céu, te enxergo
O que fazer pra não chorar?
Vejo as estrelas caindo na noite
E elas me ensinaram a te levar...
                                             comigo]

Aliás, eu preciso, você também.
                           Todo mundo precisa de alguém!



You died, you died
Feel good.
You died for me, 
But I, I'll go live my life! (without you)



You died, you died
Feel good.
You died!
I lucked, but you,
You died for me, Feel Good!

After the three years
I'll see you,
I thought a while ago.
But... I was wrong!
And now:
you died, you died
Feel good.
You died!

And I go live my life,
and better yet:
Without you "Feel ipy!"

You changed your life,
you changed your mind,
you changed your style
because you don't is strong!

You died, you died
Feel good.
You died for me
But I, I'll go live my life!

But... I know that I go cry
When I seen you, in the street.
I Know that I remember you,

I know I'll cry
when I see you,
I know I'll remember
all that we live, but ... 
now ...

You died, you died
Feel good.
You died for me, you died!

Moreover, it was didn't for me that you died.
Died, because you forgot
everything we lived
three years ago.

You died, you died
Feel good.
You died for me, you died!

I crying for you, my friend... 
But now I'm a big girl and don't crying more!
(Only dreams with you...)


Aquela sua blusa verde ainda lembro,
Meus olhos não cessam de ver
Aquela sua carinha de bravo
De quando aprontei com você.
O dono dos meus sonhos, é você o meu amado!


Faz tempo, exatamente 3 anos,
Esqueça a palavra que não te falei,
Lembre dos dias que juntos passamos
Irei te procurar,
Para dizer que te quero
Espero encontrar você por lá...

É você o meu amado, o dono dos sonhos meus.

Você deve me achar boba
Ou uma criança, não sei
Como pude ter jogado fora
Esse sentimento que senti por você.

O dono dos meus sonhos é você, o meu amado!

Desde 2007 penso,
Onde estará você.
Não tive ainda nenhuma
Oportunidade de me arrepender.

Desculpe por não te falar
O que você queria ouvir,
Só agora percebo que errei.

Meus ouvidos querem te ouvir dizer: nunca
Esqueci aquele ano, você é o
Unico motivo de eu lembrar!
Sei que é de mais, mas...

Só quero ter você aqui!
Onde enterrei minha esperança?
Não quero que o tempo passe, sei que o
Homem dos meus sonhos é você!
Onde estaremos nós daqui 3 anos?
Separados mais uma vez?





Hoje eu te procurei!

Hoje acordei e não te vi
Hoje nem escutei os Bem-te-vis
Que me saldavam todo o dia
Que eu olhava para o céu
Que me lembravam da alegria
Que era te ter entre os meus braços de manhã...
Hoje, saio pra te procurar
Hoje, nem consegui te encontrar nos lugares
Que a gente costumava caminhar
Nos lugares em noites quentes que a gente ia Conversar sobre nós....
E é sobre nós que agora eu quero falar pra você,
Eu sei que esse problema dá pra gente resolver.
Ouço sua voz dizendo a toda hora: Não te quero mais.
E você não ouve a minha dizer que te amo de mais...



E a resposta é não!

Se aguem dentre nós vai te esclarecer
alguma coisa aqui, esse alguém é você.

Quem foi que mentiu? quem foi que traiu?
 O que você dizer não vai convencer.

E o errado aqui sou eu, o culpado de tudo,
E o amor que era meu ficou só como escudo.

Pra eu nao notar quem vc é, saber se ´bem ou mal-me-quer'
Pra aterrissar em lugar qualquer e ter você como mulher.

Se você virar as costas para mim,
Saiba que não vou chorar assim.
Aquilo que eu senti o tempo que eu te amei é algo que eu nunca esquecerei.

E o ferrado aqui sou eu, o cara que vez tudo.
Larguei tudo que era meu,
Quis transformar o meu mundo.

Pra se eu nao notar quem vc é, saber se ´bem ou mal-ma-quer'

Eu aterrissei em lugar qualquer e ter vc como mulher.


E ai que eu pergunto
Se eu preciso de você.
E a resposta é não...



I'm a star, I live in silent  
I'm broken how my heart  
My eyes are how rain  
Nobody understands my mind  
I don't believe in you  
I don't find myself  
I never forget you 
But I will never forget every minute lost  
My heart is broken 
My life don't is free 
We can love  
But the time is up  
I don't know! You don't know! When will we know?  
One day I believe in you  
An hour I find myself 
But no today (Your sky fell)  
I'm a star, but nobody understand me...  
My heart is broken 
My life don't is free 
We can love  
But the time is up  
But the time is up for me...



Sim, é isso mesmo o que você acabou de ler aí no título deste artigo. Antes de tudo, é preciso deixar claro: fã é todo aquele ser que chora por seu ídolo, que coleciona pastas e pastas com fotos de seu objeto de desejo, que tem seu quarto forrado de pôsteres do alvo de seu fanatismo (palavra que, não à toa, originou o termo "fan" ou "fã", dando uma 'abrasileirada'), que chora na porta de camarim, que passa dias e dias na fila, esperando o momento de entrar no local onde acontecerá o show de seu "amor não correspondido". Ou seja, é o retrato nu e cru, despido de qualquer racionalidade, de um idiota.
Se você é daquelas pessoas que adora o seu ídolo de uma maneira equilibrada, que aprecia o seu trabalho quando o cara manda bem, mas reconhece as pisadas na bola e os vacilos, então você não é um fã, mas sim um admirador. Você simplesmente gosta da banda ou de quem quer que seja. Você não o ama, não chora por ele, não grita, não se desespera quando um pedido de autógrafo é recusado, não pensa em cortar os pulsos quando recebe a notícia que seu "amor" vai se casar com uma outra pessoa que não é você. Você não é um fã. Você não é um imbecil.
E a verdade precisa ser dita, mesmo que ela seja muito dolorida para quem está lendo este artigo neste exato momento: o artista também acha que o seu fã é um idiota.
Ele sabe que esse amor desmedido é uma bobagem, um transtorno hormonal muito comum em adolescentes - embora sejam frequentes os casos de pessoas mais velhas se portando como bobalhões (em caso de dúvida, vá até a porta de um hotel de luxo que esteja hospedando um artista internacional e veja com seus próprios olhos).
O artista quer que você compre o disco dele e vá aos shows, que demonstre explicitamente a sua devoção comprando a camiseta da turnê, a edição especial do CD que está sendo "trabalhado" na turnê, o chaveirinho, o imã de geladeira. Todo artista no fundo, pensa "me ame, me idolatre, compre todas as bugigangas que eu soltar no mercado, mas fique longe de mim". Lamento, mas esta é a pura verdade.

(texto retirado de um artigo do Regis Tadeu, no Yahoo)

Eu, meus sonhos e minha realidade!

Eu, meus sonhos e minha realidade!
Melhor de minhas quartas no QUINTA CATEGORIA-MTV

Então diga...

♪ Minha lua seria você, se tu não vivesse em terra.
E nada vai fazer voltar o tempo que eu perdi tentando te falar que eu não consigo respirar com medo de chorar e ouvir você falar... Não. ♫

Um dos meus amores:

Um dos meus amores:
Vaquinha se tu fosse um ser vivo, teria dó de seus ouvidos!

Quem sou eu

Minha foto
Residente em Mogi das Cruzes-SP, Técnica em Edificações pela ETEc Presidente Vargas e estudante de Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Braz Cubas. Lê e escreve blogs de cunho arquitetônico e pessoal. Aprecia boa música, bons papos e boas companhias. "Escrever é, para mim, uma maneira adversa para a libertação da alma e dos pensares. Escrevamos então o que queremos edificar de nós!" Para entrar em contato: monique.rmp@hotmail.com

Arquivo:

Visitante nº

Seguidores: